segunda-feira, 18 de julho de 2016




Como te invejo, Poeta,
Que brindas com versos o olhar,
Que crias rimas com alma, 
E acaricias as nuvens 
enquanto te ouço clamar!
Como te invejo, Poeta,
Com tuas mãos a bailar!
E teu sorriso sincero e fácil,
Que derramas ao me fazer sonhar!
Perto de ti, meu Poeta,
Sou apenas aprendiz
Que sonha enquanto viajas,
Nos versos em que me afagas.
Perto de ti, Poeta,
Sou aquela que não mente,
Mas que em pobres rimas tenta
Descrever tudo o sente.

Céres Felski

Ao amigo Poeta Hang Ferrero
Gratidão!!!

https://opontoafinal.wordpress.com/

Marcadores: , , , , , , ,

2 Comentários:

Às 18 de julho de 2016 19:59 , Blogger Autora Oneida Matos disse...

Amei!! Parabéns poetisa e ao homenageado poeta também. Grande abraço Hang! Lindo!!

 
Às 19 de julho de 2016 09:48 , Blogger Céres Felski disse...

Obrigada, amiga querida! Escrever a este homenageado é um desafio e tanto! Grande beijo!

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial