segunda-feira, 15 de agosto de 2016



É preciso que se diga algumas palavras
sobre os dias que tardam 
e sobre as gotas de chuva que teimam em bailar...
Sinto que nelas arde uma certa pungência...
E que as vezes se faz necessário calar.
Nos momentos silentes,  
nos olhares perdidos, 
nas pequeninas coisas...
E neste perfeito desalinho,
nesta estranha catarse,
derrubo ao léu pistas e partes...
Deixo vagar meu pensamento insano,
logrando colher um ou outro olhar...
Mais nada.
Porque tenho pudores
em dizer que amo.

Marcadores: , , , , , , , , ,

2 Comentários:

Às 15 de agosto de 2016 21:28 , Blogger Autora Oneida Matos disse...

"Por que tenho pudores em dizer que amo." Lindo!

 
Às 16 de agosto de 2016 13:22 , Blogger Céres Felski disse...

Esses pudores que nos impedem de viver amores! beijo!

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial