sexta-feira, 28 de abril de 2017

Sobre o poema que te fiz...







Sobre o poema que te fiz

Sobre o poema, não te digo nada...
nem sobre os versos que por ora nego:
tenho receios e minh'alma cala
a triste magoa que hoje carrego.

São os meus textos sobre desvario,
sobre as dores que por ti cultivo.
Apenas sofro e nem mesmo o frio
da foice me cerra a face e o riso.

E assim desfilam, amargurados e sós,
Todos os versos que a mim inspiras...
todos os sonhos que carrego em vão.

E assim eu nego, e negamos nós,
Todos os sonhos e todas as mentiras:
desabafos mudos desta solidão.

Marcadores: , , , , , , , , , , , , ,

2 Comentários:

Às 30 de abril de 2017 00:27 , Blogger Anailde de Aragão Lima disse...

Quanta boniteza. Amei.

 
Às 30 de abril de 2017 03:52 , Blogger Céres Felski disse...

Obrigada, fico muito feliz! Volte sempre! Abraço, Céres

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial